A todos aqueles que reproduzem os textos postados aqui, por favor, quando publicarem em outros blogs ou sites favor mencionar o nome do autor, e se possível nos informar para que tenhamos conhecimento e fazer uma parceria. qualquer dúvida ou sugestão mande um e-mail para pcefabi@hotmail.com. Paulo Cezar de Lima
English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Carnaval É Só Alegria, Será?


Poderia procurar no Google inúmeros estudos sobre o carnaval para ter como base para expor o que penso e vejo sobre o mesmo, porém acredito que aquilo que a mídia ao longo dos anos vem mostrando sobre o carnaval já diz tudo sobre essa festa que na verdade não passa de um evento que prioriza e adora a carnalidade humana.


Todos os anos são montados carros carnavalescos que percorrem avenidas com mulheres seminuas e muitos jovens e até adultos se embebedando e tendo o sexo como ato natural com um ou mais parceiros em uma só noite.


A mídia que é a maior exploradora destas festividades não se cansa de mostrar jovens se embebedando e dançando na avenida, a primeira vista para quem assiste são jovens felizes que estão se divertindo e aproveitando a sua juventude com um ou com vários parceiros sexuais.


Lembro-me de uma senhora que me disse uma vez que compra preservativos para sua filha de 16 anos, diz ela: É melhor ela se divertir, tem que aproveitar a vida, ela é muito nova para assumir responsabilidade e deve viver aquilo que meus pais não me permitiram viver.


É muito triste saber que muitos pais pensam desta forma, deixando seus filhos fazerem essas coisas simplesmente porque a mídia mostra que isso é natural e que todo jovem deve ser feliz desde que se previna.


O Governo por sua vez nessa época carnavalesca distribui milhares de camisinhas para os jovens fazer sexo a vontade desde que haja prevenção.


Nessa época tudo é lindo, tudo é festa, porém não podemos nos esquecer que as conseqüências vêm depois com as doenças sexualmente transmissíveis ou até uma criança sendo colocada no mundo com a ausência do pai, ou quando abandonado pela mãe no mato ou em algum estabelecimento.


Minha esposa trabalha em um laboratório de analises clinicas e é testemunha de como após o carnaval é o período onde os jovens mais procuram exames laboratoriais para saber se estão com AIDS ou até grávidas de algum parceiro que nem sequer sabem o nome.


Alguns até se assustam quando recebem o resultado de gravidez ou AIDS mesmo usando o tal preservativo que aparentemente preserva os tais de riscos.


Esse mês é o período onde haverá mais casos de assassinatos, acidentes, pessoas suspeitas de DST e meninas grávidas, tudo decorrente de um ato momentâneo que se poderia evitar se de fato o governo se preocupasse com o povo brasileiro.


Pb. Paulo Cézar de Lima

Um comentário:

Anônimo disse...

A paz do Senhor Presbítero Paulo. No dia de hoje estava preocupado em enviar uma mensagem evangelística para meus amigos sobre o carnaval, para alertá-los sobre o perigo desse evento. Me deparei com esse excelente conteúdo. Meus parabéns! Que Deus esteja abençoando cada vez mais seu Ministério!

Fica na paz do Senho!

Irmão Antonio Siqueira - Rio de Janeiro - RJ
meu e-mail: mandaprosiqueira@yahoo.com.br

Artigos mais Lidos

Caixa de promessas